Cadastro único

O Cadastro Único é um banco de dados de extrema importância no Brasil, pois, é através dele que as famílias mais necessitadas podem solicitar os benefícios sociais do Governo, tais como a Bolsa Família e o Auxílio Emergencial.

0

O Cadastro Único é um banco de dados de extrema importância no Brasil, pois, é através dele que as famílias mais necessitadas podem solicitar os benefícios sociais do Governo, tais como a Bolsa Família e o Auxílio Emergencial.

E nesse post, vamos mostrar mais à fundo a relevância dessa inscrição, e também como você pode fazer o seu cadastro e consultá-lo.

O que é cadastro único?

O Cadastro Único é um programa centralizador do Governo Federal. Ele funciona como um banco de dados que reúne informações sobre famílias que vivem em situação de pobreza ou extrema pobreza, bem como são de baixa renda.

Cada município é responsável pelo cadastramento dos grupos familiares da região. E é por meio dos dados coletados que é possível implementar e orientar a melhoria de políticas públicas, que visam justamente melhorar a qualidade de vida dessas famílias.

É por meio do CadÚnico que o Governo pode verificar quais são os cidadãos que mais precisam do auxílio dele. Várias iniciativas utilizam essa base de dados, como o Minha Casa Minha Vida, o Auxílio Emergencial e o Bolsa Família.

Por conta disso que é importante que os cidadãos que se enquadrem nas situações de baixa renda, pobreza ou extrema pobreza, se inscrevam no programa. Mas, é importante ressaltar que a inscrição no Cadastro Único não gera automaticamente aprovação em todos os benefícios sociais.

Isso porque, são avaliados todos os casos individualmente, e cada iniciativa possui requisitos específicos.

Como fazer o cadastro no Cadúnico?

cadastro-unico
Cadastro único

O cadastro no Cadúnico é feito apenas de maneira presencial. O responsável familiar (RF é a pessoa que ficará encarregada pela inscrição e também atualização dos dados) deverá ir até o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) da região, ou na própria prefeitura.

Durante o atendimento, que dura em média uma hora, você deverá fornecer uma série de informações sobre o grupo familiar. Desde a quantidade de pessoas, até a renda per capita e familiar.

Importante, ao ir até o CRAS ou Prefeitura, o RF terá que levar ao menos um dos seguintes documentos de cada integrante da família:

  • Certidão de nascimento;
  • Certidão de casamento;
  • RG e CPF;
  • Título de eleitor;
  • Carteira de trabalho.

Além disso, o ideal é já ir até o local com um comprovante de renda e também um de residência. Dessa maneira, será possível agilizar o cadastramento.

Como saber se estou inscrito no cadastro único

Se você acredita que já está cadastrado no cadastro único, mas não tem certeza, saiba que é possível consultar essa informação de maneira totalmente online. O Governo Federal conta com um site e também com um aplicativo onde você pode fazer essa consulta.

E para te ajudar nós mostramos abaixo o passo a passo para fazer a consulta em cada uma dessas plataformas.

App

  1. Entre na loja de aplicativos do seu smartphone e procure por Meu CadÚnico;
  2. Baixe e instale o app;
  3. Toque em “Entrar”;
  4. Em seguida, preencha o formulário que irá aparecer com as informações solicitadas;
  5. Depois toque em Entrar novamente.

Se você estiver cadastrado no programa, conseguirá fazer o login normalmente.

Site

  1. Entre no site Meu CadÚnico;
  2. Role a página e preencha os campos que irão aparecer com as suas informações pessoais;
  3. Em seguida, clique em Não Sou um Robô para comprovar a sua identidade;
  4. Clique em EMITIR CERTIDÃO;

Caso você esteja inscrito no programa, uma mensagem irá aparecer na sua tela.

Um detalhe importante, é comum que as pessoas acabem cadastrando diferentes versões do nome dos integrantes do grupo familiar. Seja por erro do atendente ou até mesmo por diferenças nos documentos.

Logo, o ideal é sempre fazer a consulta utilizando várias versões do nome, para ter certeza da inscrição.

Como manter o cadastro atualizado?

cadastro-unico-governo
Cadastro único governo

Infelizmente não existe qualquer plataforma online para a atualização de dados do Cadastro Único. Sempre que você quiser fazer uma atualização nos dados de qualquer integrante do grupo familiar, é necessário que o responsável familiar vá até o Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) ou prefeitura para fazer essa atualização.

Você pode conferir no aplicativo Meu CadÚnico quais são os documentos necessários para a atualização. Além disso, os próprios municípios fazem convocações periódicas para que os grupos atualizem os dados.

O cadastro deve ser realizado sempre que houver qualquer mudança na família. Desde o nascimento de um filho, até mudança de endereço.

A não atualização do cadastro único pode gerar o cancelamento da inscrição e de todos os benefícios que o grupo familiar já possui.

Como usar o cadastro único para solicitar benefícios?

A solicitação de benefícios varia conforme o programa. Mas, de modo geral, o simples fato de você já estar cadastrado no banco de dados já auxilia na solicitação.

No caso do Bolsa Família, por exemplo, a concessão acontece por meio de uma análise mensal. Basicamente, o Governo Federal analisa todos os meses quais são as famílias em situação de pobreza e extrema pobreza que mais necessitam do auxílio.

Inclusive, é por meio dessa análise que ele verifica o valor a ser repassado e a quantidade de benefícios que podem ser acumulados.

Já no caso do Minha Casa Minha Vida, o CadÚnico possibilita que o solicitante do benefício tenha condições diferenciadas de pagamento. Além disso, existem vários empreendimentos residenciais que são voltados exclusivamente para beneficiários do programa.

Por sua vez, no caso do auxílio emergencial, a concessão é concedida praticamente de forma automática para os beneficiários do bolsa família e para todos os cadastrados no cadastro único. O dinheiro deve cair automaticamente na conta.

Exceções podem ocorrer se houver alguma inconsistência nos dados, ou se o cadastro estiver desatualizado. Por conta disso é muito importante sempre manter as informações em dia, para evitar dores de cabeça e transtornos gerados justamente pela falta de atualização.

Conclusão

Em caso de dúvidas ou dificuldades para acessar ou fazer sua inscrição no Cadastro Único, entre em contato diretamente com a prefeitura ou Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) da sua região. Assim você poderá ter todo o suporte necessário.

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Leia Mais